Vereadores se reúnem com diretores e seguranças patrimoniais para tratar da segurança das instituições de ensino

0

Devido à substituição de seguranças patrimoniais por vigilância eletrônica (sensores de presença), as portas das escolas municipais estão fechadas para a comunidade durante os finais de semana. Diversos grupos desportivos e culturais ficaram prejudicados, pois utilizavam esses espaços para os seus treinos e ensaios.

Diante disso, o vereador Edinho provocou reunião ocorrida na manhã da quarta-feira (27), com diretores de escolas municipais e Semutran, responsável pela segurança patrimonial, para tratar da questão. Foram levantadas as seguintes pautas:

  1. Vem acontecendo seguidas invasões nas escolas, roubos, furtos ou simplesmente depredações do patrimônio público.
  2. A comunidade vem sendo prejudicada, os projetos sociais que eram desenvolvidos nas dependências das escolas foram interrompidos em razão de não ter uma pessoa sequer para abrir a escola nos finais de semana. Grupos de capoeira, de dança, de leitura, de futebol, quadrilhas e bandas ficaram sem espaço. Entre outras situações.

Todos os diretores se pronunciaram e de forma unânime concordaram que o sistema de vigilância eletrônica possui muitas falhas. O secretário se prontificou a analisar e apresentar uma solução para os problemas levantados.

Câmara Municipal de Paragominas – Um Novo Tempo
ASSCOM/CMP
Por Jorginho Quadros

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.


Acessibilidade
Acessibilidade